Apresentado, Wellington diz que dará a vida em campo pelo Vasco

[dfads params=’groups=587′]

Mais nova contratação do Vasco para 2017, Wellington foi apresentado nesta terça-feira em São Januário. Revelado pelo São Paulo, o volante de 26 anos teve passagens por seleções brasileiras de base e pelo Internacional e estava no clube paulista. Sem muito espaço com o técnico Rogério Ceni, ele chega para reforçar o Cruz-Maltino a pedido do técnico Milton Mendes.

Pesa contra ele neste início na Colina o pouco ritmo de jogo, já que atuou em apenas cinco partidas neste ano, sempre quando o São Paulo não entrou em campo com sua força máxima. Lá ele tinha uma numerosa concorrência: Jucilei, João Schmidt, Thiago Mendes, Wesley e Araruna. No entanto, garante que já pode ser aproveitado:
[dfads params=’groups=588′]
– Todos os clubes usam GPS, e isso mostra minha condição física. Estou em forma de jogo. Sempre treinei igual jogo. Estou pronto. Só falta ritmo de jogo, mas isso só é possível entrando em campo – disse na apresentação.

Wellington tem a missão de ser a sombra de Jean e brigar pela vaga do atual titular, que tem sido criticado pela torcida neste início do Campeonato Brasileiro. O volante tem como principal característica o poder marcação. No São Paulo, atuava logo à frente de defesa.
[dfads params=’groups=587′]
A expectativa é de que Wellington já seja regularizado em tempo de ficar à disposição para enfrentar o Grêmio no próximo domingo, em Porto Alegre. Outros dois contratados, Paulão e Breno, entraram rápido no time. Eles formaram a dupla de zaga na vitória sobre o Fluminense por 3 a 2, no último sábado, em São Januário.

O São Paulo pagará 50% dos vencimentos de Wellington, que fica emprestado ao Vasco até o fim da temporada, com opção de compra fixada ao passe. Além do meia, o Vasco pode anunciar nos próximos dias as contratações do zagueiro Lucas Rocha, do Boavista, e do volante Bruno Paulista, do Sporting-POR. A dupla já treina em São Januário, com burocracias pendentes para o anúncio.
[dfads params=’groups=588′]
Confira mais tópicos da entrevista de Wellington:

Assistiu a Vasco x Fluminense
Eu queria ter chegado um pouco antes para poder pegar o último jogo, mas não deu. Assisti do camarote. Quando desci disse que ia ver o gol atrás do gol, e saiu o do Nenê. Senti a torcida de perto. Fiquei impressionado com a vibração deles. Quero entrar o quanto antes e jogar na frente deles

Já jogou com alguns dos novos companheiros
Joguei com muitos jogadores daqui. Luis Fabiano, Kelvin, Breno, Paulão, Gilberto… ficou uma parceria.

“Ano será vitorioso para o Vasco”
Tenho a possibilidade de ajudar o Vasco de conseguir algo melhor esse ano. Posso ajudar. Vasco não só pode como vai brigar em cima. A dedicação de cada um aqui, o respeito… Isso faz a diferença. Esse ano será vitorioso para o Vasco.

Versatilidade
Joguei 14 anos no São Paulo e fiz todas as funções. Primeiro, segundo, lateral, ponta… Não me importa a posição. Vou fazer meu melhor.

Relação com Milton Mendes
Relação de respeito. Conversamos com o Milton sobre sistema de jogo. Importante me adaptar o quanto antes. Hoje fiz o primeiro trabalho de campo.

Recomeço
É um recomeço. O clube me abriu as portas. Minha forma de agradecer é colocar minha vida em campo.

Fonte: Globoesporte.com
[dfads params=’groups=588′]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *