Basquete: Vascão vence Campo Mourão por 79 a 64 e segue vivo na Liga Ouro

image
Hélio fez mais uma grande partida pelo Vasco- Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

A virada está só começando! Após perder os dois primeiros confrontos da final da Liga Ouro fora de casa, o Gigante do Basquete entrou em quadra no Ginásio Vasco da Gama e venceu o Campo Mourão por 79 x 64. Com uma atuação segura, o clube de São Januário levou a melhor sobre o adversário neste domingo (05/06) e forçou a realização do jogo 4, que será realizado na próxima terça-feira (07), às 19h30, também na Colina Histórica. Vencendo também o quarto encontro, o Cruzmaltino fará o decisivo jogo 5 com mando de quadra do rival.

O JOGO

Determinado. Esta é a palavra que resume o time cruzmaltino no jogo 3 da Liga Ouro. Com os jogadores entrando em quadra extremamente concentrados e bem tecnicamente, o Vasco foi superior durante todo o confronto. O primeiro quarto teve o Almirante avassalador no ataque e seguro na defesa. Foram 21 pontos contra 8 do time paranaense. No quarto seguinte, a vontade se manteve mesma.

image
Arremesso certeiro do argentino Damián Palacios- Foto: Paulo Fernandes-Vasco.com.br

Os armadores fizeram a diferença na primeira etapa. Com atuações brilhantes, Damián Palacios e Hélio ditaram o ritmo do duelo, com atuações muito explosivas, mostrando o intuito de iniciar a virada nesta decisão de Liga Ouro. Com os armadores em grande dia, o resto do time se contagiou e aproveitava as boas bolas distribuídas para marcar pontos.

O terceiro período, assim como os anteriores, continuou com o Vasco sendo ofensivo e certeiro. O fim do quarto foi com o Gigante subindo para 24 pontos de distância: 64 a 40. Com a vitória nas mãos, a equipe comandada pelo técnico Christiano Pereira cadenciou o jogo, sem deixar de se lançar ao ataque. Drudi apareceu com muita qualidade em jogadas no garrafão. Márcio, como de costume, pontuou muito bem e foi o responsável por incendiar a torcida. Fim de jogo: Vasco 79 x 64.

Jogaram e pontuaram:

Damián Palacios: 16 pontos
Hélio: 15 pontos
Márcio: 14 pontos
Drudi: 11 pontos
Douglas Nunes: 8 pontos
Collum: 7 pontos
Gaúcho: 6 pontos
Érick: 2 pontos
Marcellus: Não pontuou

Texto: Thiago Moreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *