Batalha no Couto Pereira em 2009 será parâmetro de análise para caso do Vasco

[dfads params=’groups=587′]

O Vasco será julgado na próxima segunda-feira no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por conta das brigas e confusões no clássico contra o Flamengo, em São Januário e o tribunal deve usar um parâmetro duro para analisar o caso. Essa base de comparação será a batalha campal no Couto Pereira, em 2009, quando o Coritiba foi rebaixado em partida contra o Fluminense.
[dfads params=’groups=588′]
A pena, em primeira instância, foi de 30 perdas de mando de campo, punição que posteriormente, em julgamento no Pleno do STJD, foi reduzida para 10 (a multa inicial de R$ 610 mil foi para R$ 100 mil). Contudo, o blog conversou com pessoas envolvidas no julgamento e a leitura, a princípio, é de que o caso do Vasco é menos grave do que os confrontos de 2009.
[dfads params=’groups=1322′]
Naquela ocasião, o Coritiba foi triplamente denunciado no artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), sendo condenado com pena máxima em cada uma das denúncias – o artigo prevê perda de até 10 mandos de campo. Torcedores e policiais foram feridos naquele dia.

A Primeira Comissão Disciplinar será responsável pelo julgamento do Vasco em primeira instância. Segundo a Procuradoria do STJD, o clube responde por não prevenir e reprimir desordens, tentativa de invasão e lançamento de objetos e bombas no campo, além de deixar de manter o local da partida com a infraestrutura necessária para garantir a segurança.
[dfads params=’groups=587′]
Em 2009, as acusações contra o Coritiba foram desordem e tumulto, arremesso de objetos e invasões ao campo de jogo. No caso do Vasco, houve denúncia apenas por tentativa de invasão do campo, o que pode ser um atenuante.

Por ora, São Januário está interditado por decisão Paulo César Salomão Filho, presidente em exercício do STJD, que considerou graves as falhas de segurança. A partida contra o Santos, no próximo domingo, está marcada para o estádio Nilton Santos – com portões fechados.

Fonte: Globo esporte.com
[dfads params=’groups=588′]
[dfads params=’groups=1322′]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *