Cercado de expectativa, Bruno Paulista tenta finalmente mostrar seu valor no Vasco

[dfads params=’groups=587′]

Afinal, quem é Bruno Paulista? Nesta terça-feira, na primeira entrevista como jogador do Vasco, o volante balançou. Ao lado do falante Ramon, o nervosismo ficou ainda mais evidente: o jogador gaguejou, tossiu e expressou na linguagem corporal tensa o tamanho do desafio que tem adiante. Cercado de expectativa, tenta retomar sua carreira, sem nem ter completado 22 anos.
[dfads params=’groups=588′]
Para responder a pergunta acima, vale começar pelo início. O garoto revelado pelo Bahia se destacou em 2015. Muito jovem, tinha apenas 25 jogos como titular quando o avisaram que estava indo para o Sporting, de Portugal.

– Ele é canhoto, tem passadas largas e uma boa pegada na marcação – lembra o técnico Sérgio Soares, que o treinou em Salvador: – Acho que ele saiu cedo demais, não estava pronto.

[dfads params=’groups=587′]
A precipitação é reconhecida pelo próprio Bruno, que citou seu despreparo psicológico e também físico para encarar a mudança. Sem se adaptar e às voltas com lesões, teve apenas 114 minutos em campo na temporada passada.

– Nos poucos jogos, ele mostrou bom posicionamento, técnica apurada com o pé esquerdo e capacidade física – ressaltou Hugo Forte, repórter do jornal “A Bola”, de Portugal.
[dfads params=’groups=588′]
Justamente a fama de bom jogador ofuscou o passado recente ruim. A expectativa da torcida sobre ele hoje é alta. O Vasco, por sua vez, admite sua parcela de culpa na pressão que cai sobre o jogador, após o negócio para contratá-lo durar sete meses. Cotado para estrear contra o Flamengo, Bruno Paulista sabe: o olho do furacão o aguarda:

– Falei com minha mulher da pressão. Disseram que eu deveria ser o Iniesta, para o clube esperar tanto tempo. Eu só quero jogar.
Fonte: Extra
[dfads params=’groups=588′]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *