Contatos entre grupos de Campello e de Eurico teriam se iniciado ainda em 2017

[dfads params=’groups=587′]

O diálogo entre os grupos de Eurico Miranda e Alexandre Campello começou ainda em 2017. Preocupado com as seguidas derrotas na Justiça na disputa da eleição do Vasco, o ex-presidente enviou um interlocutor para conversar com os cabeças da “Identidade Vasco” no fim do último mês de dezembro. Eurico já sentia o desgaste de Campello na chapa vencedora e tinha uma ideia fixa em mente: não permitir que Júlio Brant assumisse o clube. Os diálogos iniciados nos últimos dias do ano foram retomados no primeiro fim de semana de 2018, após o grupo de Campello não conseguir se reunir com Júlio. Depois disso, avançaram e consolidaram a união para a votação no Conselho na última semana.
[dfads params=’groups=588′]
[dfads params=’groups=1322′]
Eurico mandava um recado claro por meio de seus interlocutores. Ele não cobraria cargos na diretoria, mas queria derrotar Brant a qualquer custo, nem que para isso tivesse que abrir mão da disputa no Conselho e ceder seus votos – entre os conselheiros e beneméritos – para o escolhido da “Identidade Vasco”. E assim foi feito na sexta, dia 19, com Campello eleito presidente com a base de apoio de Eurico Miranda no Deliberativo do Cruzmaltino.

Fonte: Blog De Primeira – UOL

Instale o Aplicativo do Vasco e fique por dentro de todas as notícias do Gigante da Colina


[dfads params=’groups=587′]
[dfads params=’groups=1322′]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *