Dinamite, ídolo do Vasco, se vê em Paulinho e o considera à frente de Vinícius Júnior: ‘Mais preparado’

[dfads params=’groups=587′]

Foi aos 17 anos que Roberto virou Dinamite. Por isso, quando o garoto Paulinho, da mesma idade, fez, no último domingo, os dois gols da vitória cruz-maltina sobre o Atlético-MG, o maior ídolo da história do Vasco enxergou na revelação um flash da sua vida.

– Eu me vi, sim. Tem alguma coisa ali. Espero que sua trajetória seja melhor que a minha. Não digo por humildade, mas para que ele projete, para que tente ser melhor. Ele já deu o pontapé e abriu a porta, mas tem muito garoto que some – disse, ao blog, Roberto, encantado principalmente com o segundo gol do jovem no Independência.

Mas, afinal, quem é melhor, Vinícius Júnior, do Flamengo, ou Paulinho, do Vasco? A discussão tomou as redes sociais na última semana, em um autêntico clássico fora das quatro linhas, como nos tempos de Dinamite e Zico ou de Bebeto e Romário. O ídolo Roberto não esconde sua opinião:
[dfads params=’groups=588′]
[dfads params=’groups=1322′]
– O menino do Flamengo já mostrou potencial, mas é muito cedo. Ele é uma aposta ainda. Os dois têm um desafio, mas achei o do Vasco mais bem preparado. Ele deu uma boa entrevista depois do jogo, centrado, pé no chão, administrou bem.

Já Bebeto, que fez história tanto no Flamengo como no Vasco, não opina e considera a discussão prejudicial:

– Eles estão começando ainda, e já querem colocar pressão em cima – reclama, certo de que é cedo para expectativas ou cobranças: – Eles têm potencial, mas vão oscilar. É preciso ter paciência. Não gosto dessa pressão.

Fonte: Extra.com
[dfads params=’groups=587′]
[dfads params=’groups=1322′]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *