Ex-Vasco, desabafa sobre “caso Mogi” e pede intervenção da CBF

[dfads params=’groups=587′]

Marcelo Cordeiro conhece as várias facetas do futebol brasileiro. . O experiente lateral-esquerdo, de 35 anos, hoje é o capitão e uma das referências do São Bento, de Sorocaba, líder do Grupo B da Série C e um dos candidatos fortes ao acesso para a segunda divisão nacional do ano que vem. O ala pode se orgulhar de ter vivido tanto o lado “glamuroso” do futebol brasileiro – pois é formado no Vasco e passou por outras grandes equipes do cenário nacional, como Vitória, Botafogo, Internacional e Sport – quanto a realidade dos clubes do interior do país.

Em entrevista ao GloboEsporte.com e à TV TEM, o jogador deu declarações fortes, disparou contra a ausência de responsabilidade de alguns dirigentes, apoiou a posição dos jogadores do Mogi Mirim, que abandonaram o clube, e revelou que ele próprio já teve problema com salários.

[dfads params=’groups=588′]
[dfads params=’groups=1322′]

Marcelo Cordeiro está há três anos jogando pelo São Bento, entre idas e vindas (Foto: Jesus Vicente/ EC São Bento)Marcelo Cordeiro está há três anos jogando pelo São Bento, entre idas e vindas (Foto: Jesus Vicente/ EC São Bento)

Marcelo Cordeiro está há três anos jogando pelo São Bento, entre idas e vindas (Foto: Jesus Vicente/ EC São Bento)

[dfads params=’groups=587′]

– Ninguém é responsabilizado por isso [pelas dívidas], só o clube e os jogadores. Um presidente entra, assume uma dívida e para ele não pega nada. É o clube e os jogadores que ficam sem receber. Está na hora da CBF e das federações intervirem nesse tipo de caso. É muito triste, tenho amigos que estavam lá. Quando fiquei sabendo da notícia liguei para um deles na semana anterior e ele disse, ‘pô, infelizmente não dá, o cara mentiu o tempo todo’. É uma situação triste que a gente não quer passar, passei por isso quando jogava no Vila Nova, acabei ficando sem receber e coloquei na justiça. Que isso possa refletir em quem comanda o futebol.

[dfads params=’groups=588′]

“CBF, federações deveriam olhar para as equipes menores, não só para a Série A, com Corinthians, São Paulo e Flamengo. Até porque o futebol brasileiro sempre foi o melhor do mundo porque as equipes do interior eram muito fortes”

Cordeiro fez questão de tomar partido e apoiar a decisão dos jogadores, explicando que esse tipo de fato é corriqueiro no futebol brasileiro, mas que acaba passando despercebido pelo público e até pela imprensa.

– Sem dúvida. Não é uma questão que aconteceu essa semana, eu vi até o Cristian falando, isso vem de dois, três meses. E sempre adiando com promessas que não vêm sendo cumpridas. Se eles não tivessem tomado essa atitude, não teria passado no Globo Esporte, não teria repercutido dessa maneira de chegar ao ponto da federação ter de intervir ou o sindicato dos atletas. Eu, aqui como capitão do São Bento, apoio a decisão deles e acho que isso tem que acontecer mais vezes. Não é só algo que acontece no Mogi Mirim, acontece em outros clubes, só que o jogador fica com medo de se expor, de fechar a porta em algum clube e isso acontece. Tem que ser feito alguma coisa, isso prejudica o futebol brasileiro, não só o Mogi.

“Hoje o União São João não existe mais, o Mogi Mirim está na situação que está, o Noroeste… Olha quantas equipes acabaram. Está na hora do órgão superior intervir”

Caso o Mogi Mirim “abandone” o campeonato, as equipes que derrotaram o Sapão em campo podem ser prejudicadas. Com o WO sofrido na última rodada, o Ypiranga-RS foi declarado vencedor da partida contra o Sapão por 3 a 0, e já perderia esses pontos.

Elenco do Mogi Mirim se reuniu anhtes de tomar a decisão de abandonar o clube (Foto: Carlos Velardi / EPTV)Elenco do Mogi Mirim se reuniu anhtes de tomar a decisão de abandonar o clube (Foto: Carlos Velardi / EPTV)

Elenco do Mogi Mirim se reuniu anhtes de tomar a decisão de abandonar o clube (Foto: Carlos Velardi / EPTV)

[dfads params=’groups=587′]
[dfads params=’groups=1322′]

Segundo o regulamento, caso o Mogi volte a não entrar em campo, o time será excluído da competição e seus resultados anulados, mudando a tabela da Série C. Mas se o time mogiano for a campo nesta rodada e voltar a sofrer WO depois, nas últimas três partidas, os pontos já conquistados pelas equipes contra os mogianos não serão perdidos. Caso o primeiro cenário aconteça, o São Bento pode despencar a liderança para o quarto posto.

– É triste. Até porque tudo o que conseguimos foi dentro de campo. Nós somos líderes hoje porque buscamos dentro de campo. E uma situação extra-campo pode prejudicar não só o nosso trabalho, como o trabalho das outras equipes também. E como foi falado, é um problema que vem desde o início da Série C. Todo mundo sabia que o Mogi não teria condições de disputar a competição. Entrou e foi se arrastando durante a competição. E se isso se concretizar, o São Bento e outras equipes sairão prejudicadas.

Marcelo Cordeiro em ação pelo Sport (Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press)Marcelo Cordeiro em ação pelo Sport (Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press)

Marcelo Cordeiro em ação pelo Sport (Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press)

O lateral-esquerdo ainda entrou em outro ponto importante da discussão. Alguns jogadores acabaram suspensos em partidas contra o Mogi. Já Volta Redonda e Tupi foram derrotados pelo Sapão.

– É uma coisa que não tem muito o que se fazer, ou tira os pontos ou dá os pontos para todo mundo. Teve equipe que jogou contra o Mogi e perdeu dentro de campo, e eles vão acabar se beneficiando. Como o dirigente do Botafogo disse, eles perdeam jogadores suspensos contra o Mogi. Eu mesmo fui suspenso por cartão contra o Mogi Mirim. Tudo isso envolve o futebol. O certo era não acontecer, por isso que falo que deve vir de cima. CBF, federações deveriam olhar para as equipes menores, não só para a Série A, com Corinthians, São Paulo e Flamengo. Até porque o futebol brasileiro sempre foi o melhor do mundo porque as equipes do interior eram muito fortes. Hoje o União São João não existe mais, o Mogi Mirim está na situação que está, o Noroeste… Olha quantas equipes acabaram. Está na hora do órgão superior intervir.

O próximo compromisso do São Bento é nesta sexta-feira, às 21h, contra o Joinville, em Sorocaba. Com 23 pontos, o time é o líder do Grupo B da competição. O GloboEsporte.com acompanha a partida em Tempo Real.

Fonte: Globoesporte.com

[dfads params=’groups=587′]
[dfads params=’groups=1322′]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *