Fim da espera: Vasco anuncia a contratação de Bruno Paulista

[dfads params=’groups=587′]

A longa espera do Vasco para contar com Bruno Paulista terminou. Nesta sexta-feira, o clube anunciou oficialmente a contratação do volante, que foi emprestado até junho de 2018 pelo Sporting, de Portugal. Apesar do anúncio oficial nesta sexta à noite, Bruno não enfrentará o Coritiba no domingo porque ainda não foi registrado no Boletim Informativo Diário (BID). O Vasco ainda aguarda a liberação do Recreativo Caála, de Angola, para regularizá-lo.

Bruno estava acertado com o Vasco desde janeiro. Entretanto, uma série de pendências burocráticas atrapalhou a conclusão do negócio. O volante treinou no clube no início do ano, parou, mas voltou recentemente.

[dfads params=’groups=588′]

É do Vascão! Bruno Paulista é mais um reforço do clube para a temporada. Seja bem-vindo!

Por conta deste longo período de indefinição, Bruno passou por um trabalho especial no Caprres para adquirir condicionamento físico. Ele finalizou o processo nesta semana. Agora, a expectativa é que o volante apareça no BID na segunda-feira e esteja disponível para o clássico contra o Flamengo, no dia 8 de julho.

[dfads params=’groups=587′]

Bruno Paulista durante treino do Vasco (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco)Bruno Paulista durante treino do Vasco (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco)

Bruno Paulista durante treino do Vasco (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco)

Longa novela

[dfads params=’groups=588′]

A demora para contratar Bruno envolveu outras três partes. Em 2015, o volante foi vendido pelo Bahia ao Sporting. Entretanto, na prática, quem comprou os direitos econômicos do jogador foi o Recreativo Caála, de Angola, clube parceiro dos portugueses.

Por conta do imbróglio, Bruno permaneceu com contrato no Bahia e foi emprestado ao Sporting por dois anos. Ao fim deste período, ele assinaria definitivamente com o clube português. Em determinado momento, porém, a diretoria lusitana exigiu que ele estendesse seu contrato com os baianos para ser emprestado ao Vasco – o que foi negado pelo Bahia.

Bruno quase voltou a Lisboa. Ele, porém, insistiu na chance de defender o Vasco. O acerto prevaleceu. Quando a janela de transferências abriu, o Cruz-Maltino consultou a Fifa para saber como proceder. A entidade definiu que não era necessário documento do Bahia, mas sim do Caála, para regularizar o jogador. Com o caminho livre, aconteceu o acordo.

Fonte: Globoesporte.com

[dfads params=’groups=588′]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *