Milton Mendes vibra com primeira vitória fora de casa e destaca papel da garotada

[dfads params=’groups=587′]

O primeiro triunfo do Vasco fora de casa no Brasileiro, o 4 a 1 sobre o Vitória, nesta quarta-feira, no Barradão, foi muito comemorado pelo técnico Milton Mendes após a partida. Principalmente por ser logo após a derrota no clássico para o Flamengo, com o agravante dos conflitos com a torcida ocorridos em São Januário. Os jogadores mostraram uma postura positiva em campo e tiveram um bom desempenho, que foi muito elogiado pelo treinador.

[dfads params=’groups=588′]

Milton destacou a participação de 12 jogadores da base entre os relacionados. E três deles se destacaram mais: Thalles, Paulo Vitor e Guilherme, que marcaram gols.

– Eu disse que confiava nos meus jogadores. Eles encararam o adversário de uma forma muito positiva dentro das dificuldades do jogo no Barradão, nós sabíamos do nosso poderio. Os jogadores foram extraordinários, e a vitória nos sorriu. Fruto do trabalho. Dos jogadores que estão aqui, 12 foram formados pelo clube. As oportunidades estão vindo, atletas jovens aparecendo. A movimentação no plantel faz com que os que estão fora se preparem para agarrar as oportunidades. Alguns que estiveram em campo hoje provavelmente estarão em campo no domingo de novo.

[dfads params=’groups=1322′]

Em sétimo lugar com 19 pontos, o Vasco volta a campo no próximo domingo, no estádio Nilton Santos, para enfrentar o Santos, com portões fechados.

Confira outros trechos da entrevista de Milton Mendes:

[dfads params=’groups=587′]

Recuperação emocional da equipe

– Nós perdemos para o Flamengo, mas poderíamos ter empatado ou vencido. Dentro de campo foi tudo normal, fora dele que foi anormal. O departamento jurídico e nosso presidente que falam sobre isso (conflitos). O futebol é sobre cair e levantar, e quem levanta mais rapidamente fica melhor preparado para seguir em frente. Eu e os jogadores temos conversando bastante, não perdemos nosso equilíbrio nem com derrota nem com vitória. Claro que como líder tenho que levantar logo os jogadores. Aconteceu aquilo no sábado, e contra o Vitória tivemos essa postura. Não podemos ser eufóricos nem depressivos.

Análise tática da partida

[dfads params=’groups=588′]

– Sabíamos como o Vitória jogava. Analisamos bem. O que fez a diferença foi a entrada dos jogadores. A dedicação foi muito grande. A gente idealiza uma coisa quando faz a substituição. E o hoje aconteceu o que imaginava. O time deles estava saindo e queríamos aproveitar. Guilherme e Paulo Vitor entraram, além do Paulinho. Com 16 anos, é o jogador mais jovem a jogar pelo Vasco. Entra para a história. O trabalho está sendo bem feito. Estamos linkando com a base. Parabenizar todos os profissionais que estão no nosso dia a dia. Foi só mais um passo. Foi importante ganhar fora de casa.

[dfads params=’groups=1322′]

Entrada de Paulo Vitor

– Eu simplesmente achei que era o momento de colocar o Paulo Vitor. Ele entrou em outros dois jogos. Hoje o jogo pedia um jogador de velocidade. Thalles não aguentava mais. Ele entrou muito bem. Ele agradeceu a oportunidade e a forma como tem sido tratado. Está feliz porque é mais um atleta da base realizando seu sonho.

Douglas

– Nós falamos dos jogadores que estão aqui, esse assunto é com a diretoria. Temos que valorizar os jogadores que entraram em campo. O Rafael estava debilitado, fez um grande jogo. Jomar há muito tempo sem jogar. Escudero, Wagner, Ramon… jogo fabuloso. Madson fez um jogo extraordinário.

Fonte: Globo esporte.com

[dfads params=’groups=588′]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *