Central do Vasco – Vasco da Gama – O GIGANTE DA COLINA

‘VERGONHOSO NÃO É CAIR. VERGONHOSO SERIA SE POSSUÍSSEMOS PASSADO RACISTA’

Um verdadeiro almirante, nunca abandona o barco /+/

JogosMotive

Nenê diz ter se tornado torcedor do Vasco e quer títulos históricos para 2018

[dfads params=’groups=587′]

Meia revelou a Thiago Asmar, no “Pilhado”, apelidos de boleiros, falou da relação com Neymar e Ibra, elegeu Ronaldinho melhor que Messi e garantiu que quer ficar no Vasco

Nenê e Thiago Asmar

Um dos jogadores mais experientes no futebol brasileiro, Nenê coleciona gols e passagens destacadas em times da Europa, como o PSG. Desde o segundo semestre de 2015, se tornou o principal nome do Vasco, ajudando a tirar o clube da Série B, em 2016, e a conquistar vaga na Copa Libertadores de 2018. Uma carreira rica também em histórias, amizades e risadas. Algumas delas, o camisa 10 compartilhou em resenha descontraída com o Pilhado, canal do YouTube do repórter esportivo Thiago Asmar.

[dfads params=’groups=588′]
[dfads params=’groups=1322′]

Em 130 jogos pelo Vasco, Nenê, hoje com 36 anos, marcou 43 gols, sua segunda melhor marca na carreira. E, neste intenso período, também se tornou torcedor do clube. Pela primeira vez, ele contou para qual time torcia na infância.

– Hoje sou vascaíno, (eu e) minha família. A paixão do torcedor é uma coisa inacreditável, são muito apaixonados. Nunca falei ao vivo, mas eu era são-paulino quando criança. Quando você começa a jogar, não torce mais, mas hoje não tem como. Não vou ficar no Vasco para sempre, minha carreira está acabando, mas até depois que ela terminar, vou ser torcedor do Vasco -, afirmou.
[dfads params=’groups=587′]
[dfads params=’groups=1322′]
– Em 2018 quero ser campeão brasileiro e da Libertadores. Sonhar não custa nada, então temos que sonhar grande, vamos para cima -, destacou.

Nenê também falou da relação com o ex-técnico do Vasco Milton Mendes.

– Eu sou um cara que não gosta de ficar de fora, mas sempre respeitei. Conversava com ele numa boa, ele tinha a opinião dele e eu tinha a minha opinião –  contou, também explicando que nunca quis deixar o Vasco.

– Não é nem querer ir embora, mas algumas coisas aconteceram que eu não achava corretas. Não em relação ao banco de reservas, em relação extracampo. Mas eu não estava feliz porque não estava feliz. Se não estou jogando, não estou ajudando – completou.
[dfads params=’groups=587′]
[dfads params=’groups=1322′]
Ao “Pilhado”, o camisa 10 revelou alguns apelidos de jogadores. Falcão, astro do futsal, foi apelidado de Beto Barbosa, referência ao cantor conhecido como “Rei da Lambada”. Ele revelou também como chama três companheiros do Vasco: Acerola, “Balão da Lei Seca” e Pepê, da dupla Pepê e Neném. Seu apelido também foi relevado.

Fonte: Lance
[dfads params=’groups=587′]
[dfads params=’groups=1322′]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *