Nenê pode ser reintegrado no Vasco nesta semana

[dfads params=’groups=587′]

Afastado do Vasco há três semanas após novo pedido para deixar o clube (o quarto desde que chegou a São Januário), Nenê pode ser reintegrado ao elenco comandado pelo técnico Milton Mendes nesta semana. Parte dos pares da cúpula cruz-maltina voltou atrás e já estuda o “perdão” ao meia – faltaria apenas o convencimento ao presidente Eurico Miranda. A expectativa é que se tenha uma definição sobre o caso até esta quarta-feira.

Antes do jogo com o São Paulo, Nenê pediu para deixar o Vasco por conta de uma iminente proposta, mas a mesma não chegou a São Januário. O empresário Gilvan Costa, na época, chegou a afirmar que os interessados no camisa 10 estaríam na Europa e no mundo árabe. O presidente Eurico Miranda deu um prazo de cinco dias, o que foi ultrapassado e gerou o afastamento do elenco.
[dfads params=’groups=587′]
[dfads params=’groups=1322′]
A torcida do Vasco, vale lembrar, vem pedindo a sua reintegração ao elenco – na derrota para o Cruzeiro, na semana passada, torcedores gritaram o nome do meia em Volta Redonda. Ele vem treinando em separado desde então e no último fim de semana não teve programação de atividades para ele em São Januário. Nas redes sociais, Nenê posta imagens de incentivo aos jogadores durante os jogos.
[dfads params=’groups=588′]

Estes pares que recuaram para a reintegração de Nenê o fizeram pelo custo do atleta – cerca de R$ 350 mil. Entendem que com os cofres do Vasco arcando com esse valor seria inútil descartá-lo. Outro ponto que vale citar é que os dirigentes não obrigariam Milton Mendes a escalá-lo como titular, e sim que o colocasse nas relações das partidas, ao menos para atender os anseios dos vascaínos.

Dentro do elenco, Nenê tem apoio dos companheiros. Em recente entrevista exclusiva ao LANCE!, o volante Jean fez um apelo para que o meia prossiga ajudando o Vasco nos objetivos ao longo deste Campeonato Brasileiro. O contrato de Nenê com o Cruz-Maltino, vale lembrar, é válido até o fim de 2018 e neste momento é improvável que aconteça uma rescisão de contrato amigável.
[dfads params=’groups=587′]
– Querendo ou não, sabemos da importância do Nenê para o elenco do Vasco. A qualidade técnica e profissionalismo dele são indiscutíveis. A maneira como ele se entrega no dia a dia, treina, até mesmo quando ele saiu do time titular e foi reserva, todos questionavam e ele estava tranquilo, na dele – afirmou o volante Jean antes de completar:

– Agora, foi outra situação. Ele resolve com a comissão técnica e diretoria. Para nós fica a questão do cara que Nenê é. Sou até suspeito para falar, sou muito amigo dele, concentrava com ele, andávamos juntos, jogávamos tênis juntos, fazíamos tudo juntos, é um cara sensacional. Fica aquele apelo, tomara que fique. É um cara formidável.

Ainda com o futuro de Nenê sem definição, o Vasco volta a campo no próximo fim de semana, em Volta Redonda, diante do Palmeiras, pela primeira rodada do returno do Campeonato Brasileiro.

Fonte: Lance
[dfads params=’groups=587′]
[dfads params=’groups=1322′]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *