São Januário amanhece com policiamento e provocações ao Urubu

[dfads params=’groups=587′]

im como no clássico diante do Fluminense, em maio, a torcida do Vasco deixou provocações na entrada do setor de visitantes de São Januário horas antes do clássico diante do Flamengo. De forma mais discreta diante do policiamento que já monitora o local, foram colocados cartazes nos postes, muros e em uma banca de jornal próxima à entrada dos visitantes. As equipes se enfrentam neste sábado, às 18h, pelo Campeonato Brasileiro.

[dfads params=’groups=588′]

Provocações próximas ao setor de visitante lembram 87, o Caso Heverton e a Libertadores de 81 (Foto: Edgard Maciel de Sá)Provocações próximas ao setor de visitante lembram 87, o Caso Heverton e a Libertadores de 81 (Foto: Edgard Maciel de Sá)

Provocações próximas ao setor de visitante lembram 87, o Caso Heverton e a Libertadores de 81 (Foto: Edgard Maciel de Sá)

Os cartazes deixados pelos vascaínos lembram a polêmica do título brasileiro de 87, do jogo entre Flamengo e Atlético-MG na Libertadores de 81 (encerrado após diversas expulsões de atletas do Galo pelo árbitro José Roberto Wright) e ainda o rebaixamento da Portuguesa em 2013 (quando o Rubro-Negro também perdeu pontos no tribunal).

[dfads params=’groups=587′]

Ainda é posssível ver no local resquícios das provocações que foram feitas para o Fluminense há mais de um mês. Segundo comerciantes de estabelecimentos próximos, a intenção dos torcedores do Vasco era fazer mais provocações ao Fla. Os vascaínos, no entanto, foram reprimidos pelos policiais – presentes na rua desde cedo.

Cartazes colocando em banca perto da entrada de visitantes de São Januário (Foto: Edgard Maciel de Sá)Cartazes colocando em banca perto da entrada de visitantes de São Januário (Foto: Edgard Maciel de Sá)

Cartazes colocando em banca perto da entrada de visitantes de São Januário (Foto: Edgard Maciel de Sá)

[dfads params=’groups=588′]

Policiamento no local dos visitantes desde cedo reprimiu maiores provocações (Foto: Edgard Maciel de Sá)Policiamento no local dos visitantes desde cedo reprimiu maiores provocações (Foto: Edgard Maciel de Sá)

Policiamento no local dos visitantes desde cedo reprimiu maiores provocações (Foto: Edgard Maciel de Sá)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *