Torcida pede volta, mas Nenê continua fora dos planos do Vasco

[dfads params=’groups=587′]

Os torcedores em Volta Redonda pediram a volta de Nenê ao time do Vasco, mas, a princípio, o meia continua fora dos planos do clube. Ele segue treinando separado do elenco – na sexta, trabalhou pela manhã, enquanto o elenco teve atividade à tarde – e não viajará para enfrentar a Ponte Preta, no domingo, em Campinas.

Se depender da diretoria e da comissão técnica, o clamor popular não será atendido. A decisão também é apoiada pelos jogadores, devido ao clima que azedou depois que Nenê pediu para não ser relacionado para a partida contra o São Paulo, alegando ter proposta para deixar o clube.

[dfads params=’groups=588′]
[dfads params=’groups=1322′]

Nenê durante treino no Caprres: situação indefinida no Vasco (Foto: Paulo Fernandes / Vasco)Nenê durante treino no Caprres: situação indefinida no Vasco (Foto: Paulo Fernandes / Vasco)

Nenê durante treino no Caprres: situação indefinida no Vasco (Foto: Paulo Fernandes / Vasco)

[dfads params=’groups=588′]

Na sexta-fera, a assessoria de imprensa do Vasco vetou perguntas sobre o meio-campista na entrevista coletiva de Jean. O técnico Milton Mendes, embora evite o tema, deixou nas entrelinhas os motivos pelos quais não conta mais com o jogador. Ele citou que foi Nenê quem pediu para sair e ressaltou que os torcedores “não sabem metade do que se passa dentro do clube”.

Torcedor gritou, vaiou, apoiou, mas não sabe de metade das coisas que passam no clube. Não sei se deveria saber. Coisas de foro interno da equipe.

– Não fui eu que tirei o Nenê. Ele pediu para sair do clube. As pessoas têm que entender que ele disse que não queria viajar. O que eu posso fazer? Se não foi uma coisa que tirei? Tem que perguntar para ele. Eu sou treinador, treino as equipes com o jogador que tenho. Ele nem está treinando com o grupo. De minha parte, as últimas coisas que soube, não foi a mim que ele veio, ele foi à direção e pediu para não viajar e não ser escalado. Ele nem veio a mim. Agora, está entregue à direção.

Rescisão parada

Há uma semana, quando Nenê passou a treinar separado e ficou definido que ele não viajaria para os jogos em Volta Redonda, a tendência era a rescisão de contrato. O entrave, porém, seguia sendo o entendimento entre diretoria e jogador. Agora, com a torcida pedindo a volta do meia, é improvável que as conversas avancem.

[dfads params=’groups=587′]
[dfads params=’groups=1322′]

Nenê tem contrato com o Vasco até o fim de 2018 (Foto:  Paulo Fernandes/Vasco.com.br)Nenê tem contrato com o Vasco até o fim de 2018 (Foto:  Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

Nenê tem contrato com o Vasco até o fim de 2018 (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

Durante esta semana, Nenê postou fotos treinando e até mandou mensagem de apoio para o time nas redes sociais, antes do jogo com o Cruzeiro. Por sua parte, o discurso é de que sua reintegração depende da diretoria.

[dfads params=’groups=588′]

– Isso é com o Vasco – limitou-se a responder o empresário do jogador, Gilvan Costa, sobre a possível reintegração.

Ainda sem Nenê, o Vasco se prepara para enfrentar a Ponte Preta, neste domingo, em Campinas. A partida acontece às 19h (de Brasília).

Fonte: Globoesporte.com

[dfads params=’groups=587′]
[dfads params=’groups=1322′]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *