Wagner Reway apitará Vasco x Corinthians; Juíz apitou jogo polêmico que classificou o flamengo na copa do Brasil de 2014

[dfads params=’groups=587′]

Quarta, 07 de Junho de 2017
21:45
Vasco da Gama – RJ X Corinthians – SP
Jogo: 42
São Januário – Rio de Janeiro – RJ

Árbitro
Wagner Reway – MT (FIFA)

Árbitro Assistente 1
Fabio Rodrigo Rubinho – MT (CBF)

Árbitro Assistente 2
Marcelo Grando – MT (CBF)

Quarto Árbitro
Renan Antonio Angelim Rodrigues – MT (CBF)

Árbitro Assistente Adicional 1
Alinor Silva da Paixao – MT (CBF)

Árbitro Assistente Adicional 2
Rafael Odilio Ramos dos Santos – MT (CBF)

Analista de Campo
Claudio Jose de Oliveira Soares – RJ (CBF)

Fonte: CBF
[dfads params=’groups=588′]
Falta de experiência: Wagner Reway foi escalado para a primeira partida internacional somente este ano.

Em 2014, pela copa do Brasil, nas oitavas de final, Reway, fez uma lambança que acabou por classificar o flamengo. Relembre nas palavras de Simon.

Em noite infeliz de Wagner Reway, Flamengo avança na Copa do Brasil

Na atuação de ontem no Maracanã, desde os primeiros minutos, apitou qualquer contato físico, interpretando equivocadamente como infrações e aos poucos foi se complicando. Foram marcadas 50 faltas, número elevado para uma partida de futebol.
[dfads params=’groups=587′]
Porém, acertou aos 48 minutos quando Zé Love derrubou João Paulo na área. Pênalti! Alecsandro bateu e converteu, abrindo o placar. Tudo o que o competente e experiante técnico do Flamengo queria. Ir para o vestiário com vantagem. Na volta do segundo tempo, a equipe voltou mais animada e a torcida continuava empolgada. Aos 11 minutos, o grande erro do árbitro: Em cruzamento de João Paulo, a bola bate no braço de Norberto, dentro da área. O jogador do Coritiba ainda tenta se esquivar da bola e não consegue, numa clara demonstração de que não tinha a intenção de interceptá-la. Alecsandro novamente bateu e ampliou o placar para 2 x 0 incendiando o palco da final da Copa do Mundo. Outro equívoco do árbitro foi aos 34 minutos. Quando após um arremesso lateral favoravelmente ao Coritiba no ataque pelo lado direito a bola é arremessada para Alex, que dentro da área sofre a carga nas costas após entrada de Chicão, caindo o que seria pênalti e Wagner Reway mandou a jogada seguir, resultando num contra-ataque. Everton foi à linha de fundo e cruzou para Eduardo Silva marcar o terceiro gol, o que levaria a decisão para as penalidades máximas.

Nas cobranças, a equipe carioca foi superior e venceu por 3 x 2, garantindo a vaga para as quartas de final.

Carlos Simon
[dfads params=’groups=588′]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *