Zé Ricardo vibra com zona de perigo mais longe e avisa: “Dá para brigar”

[dfads params=’groups=587′]

A Vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-GO, nesta quarta-feira, no Serra Dourada, a terceira consecutiva no Brasileiro, deixou o Vasco mais longe da zona de rebaixamento – dez pontos – e cada vez mais firme na luta por uma vaga na Libertadores. O Flamengo, o primeiro entre os que estariam classificados, está com apenas um ponto a mais.

[dfads params=’groups=587′]
[dfads params=’groups=1322′]

O técnico Zé Ricardo vibrou com o bom momento do time e destacou a dificuldade que foi bater o Dragão.

– Primeiro vamos comemorar a saída da zona perigosa. Agora são três vitórias e temos essa sensação de que dá para brigar. Foi uma vitória muito importante. Campo alto, mas dominamos o primeiro tempo e fizemos o gol na infelicidade do zagueiro – disse Zé Ricardo.

[dfads params=’groups=588′]
[dfads params=’groups=1322′]

Confira a entrevista completa:

Vitória suada

– Sabíamos que teríamos uma dificuldade grande aqui, é sempre muito difícil no Serra Dourada, que tem um gramado alto. Estávamos em uma sequência grande e sabíamos da possibilidade de um desgaste maior. Gostei do primeiro tempo, controlamos bem o espaço e tivemos chances. Na infelicidade do zagueiro saiu nosso gol. O importante é que no segundo tempo controlamos o jogo e vamos levar os três pontos para o Rio. Foi muito importante.

[dfads params=’groups=587′]
[dfads params=’groups=1322′]

Panorama do Vasco na tabela

– Campeonato está muito embolado, e qualquer resultado ruim poderia nos colocar lá na parte de baixo. Ainda bem que nas três últimas rodadas nós vencemos, o que nos dá uma sensação de poder brigar por coisa melhor.

Adversário complicado

[dfads params=’groups=587′]
[dfads params=’groups=1322′]

– Tenho acompanhado o João Paulo Santos, que pegou o Atlético em uma condição difícil. Vi um time jogando para frente, buscando espaço com jogadores velozes pelos lados e por dentro do campo. Pela condição que estão, sabíamos que iam tentar a vitória. Nós soubemos controlar bem, estávamos conscientes do que precisávamos fazer.

Grau de participação do técnico no bom momento

[dfads params=’groups=587′]

– Esse é um trabalho conjunto. Claro que tenho minha participação, mas o clube está oferecendo uma boa condição de trabalho, e o ambiente está muito bom. Muita lealdade e olho no olho. Estamos fazendo acontecer, mas está cedo ainda. Temos que ter os pés no chão e descansar porque o Coritiba está em uma situação difícil e vai tentar nos vencer no Maracanã. Com apoio da nossa torcida, temos tudo para fazer outra boa exibição.

Adaptação rápida

– Fui muito bem recebido. Já tinha trabalhado no futsal, mas muito coisa mudou. Mas é importante conhecer o clube, o ambiente, que é muito sadio e com lealdade. Só pensamos em trabalhar e dar o resultado para nossa torcida.

Duelo direto com Fla pela Libertadores?

– Nossos concorrentes são todos os outros 19 times. Agora pensamos no Coritiba, e depois pensamos no Flamengo.

Fonte: Globoesporte.com

[dfads params=’groups=587′]
[dfads params=’groups=1322′]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *